Relatos - a escolha da equipe humanizada


Fiquei grávida! Não, não foi planejado, mas sim, foi muito desejado... no momento q descobri quase tive um treco, não estava preparada, foi um susto, lembro de sentar no chão da cozinha chorando enquanto meu namorido ria de felicidade do meu lado.
Ai começaram as dificuldades, eu sabia que tipo de profissional queria para acompanhar minha gestação, sonhava com um lindo parto natural na água, mas como encontrar um médico assim numa cidade que eu mal conhecia? Nem ginecologista eu tinha aqui! Não conhecia ninguém, muito menos pessoas q tinham feito partos humanizados (fazia menos de um ano que eu tinha me mudado de SP para o Rio) e a maior das dificuldades: existem obstetras humanizados, ou pelo menos não cesaristas, que atendem pelo plano de saúde???? 
Sem rumo, sem muito dinheiro e sem saber ao certo o que fazer, comecei a frequentar encontros sobre parto e ao mesmo tempo acabei indo parar em um obstreta (isso, não escrevi errado não) do plano, que foi indicado por alguém q passou com ele. Nos encontros, ouvindo os lindos relatos de partos naturais, partos em casa, cada vez mais sentia q erra esse o caminho e me apaixonava por tudo. Enquanto isso no obstreta..
Lembro perfeitamente da primeira consulta, depois de um atraso de mais de uma hora chegou o Dr. Daniel, passou pela sala de espera feito um tiro, nem falou oi pra ninguém q estava lá esperando a tanto tempo. Entrei na sua sala, toda emotiva como qualquer grávida, sentei na cadeira, nem um bom dia, nem olhou pra minha cara.. comecei a falar "vim aqui pq estou grávida e a fulana de tal indicou você" e contei como tinha engravidado (menos de um mês sem anticoncepcional, camisinha estourou, pílula do dia seguinte não funcionou) e o Dr.Daniel solta uma "que história absurda, você tem certeza que está mesmo grávida ?!" com toda a indelicadeza do mundo. Sim eu tinha certeza, fiz 2 testes de farmácia, não acreditei e fiz o de sangue também. Sai de lá chorando, inconformada com o tipo de profissional que atende uma mulher grávida.
Tentei marcar outros obstetras do plano, nenhum tinha horário de consulta próximo, comecei a pesquisar sobre os obstetras humanizados e descobri que era caro como eu já imaginava. Continuei com o Dr. Daniel, pensei, vai ver q ele é só mal educado, mas quem sabe é um bom médico...
Os meses foram passando e a gestação perfeita (sem nenhum problema físico) chegando próxima do fim, foi então que eu decidi perguntar sobre o parto "Dr. Daniel eu gostaria de fazer um parto normal" (pedi só normal) e ai veio a linda resposta "Eu não gosto de trabalhar com parto normal, mas se você inste, o que eu posso fazer é um parto normal induzido, nós marcamos um dia e eu faço a indução, se você não entrar em trabalho de parto eu faço a cesárea". Imagino a minha cara de choque ao ouvir isso, mais uma vez sai do consultório dele chorando, mas pelo menos ele foi honesto e não me enganou dizendo que faria um parto normal.
Graças a essa resposta absurda eu decidi que mesmo sendo caro eu ia mudar para um obstetra humanizado. Peguei todos os contatos que havia anotado durante  os encontros de parto e marquei várias consultas. A primeira q marquei foi a Dr. Fernanda e na primeira consulta me apaixonei! Desmarquei todos os outros, não precisava procurar mais, era ela! 
Na primeira consulta, depois de conversarmos muito, ela olhando nos  meus olhos sempre, transparecendo carinho e amor por sua profissão, me explicou como seria o parto, uma mistura de parto em casa e parto humanizado hospitalar. Quando chegasse a minha hora uma enfermeira obstétrica viria aqui em casa me acompanhar, verificar o bebê, verificar minha dilatação, auxiliar no que fosse preciso, e quando chegasse a hora (quando a dilatação já estivesse avançada ou quando eu decidisse que era a hora) iriamos para o hospital.
E foi assim, que depois de ter passado meses com um obstreta eu encontrei uma equipe maravilhosa e humanizada, que permitiram que minha natureza se manifestasse num lindo parto natural humanizado! No dia 15/08/2012 eu pari não só meu filho, mas eu também pari uma nova mulher, uma mãe, e agradeço muito todos os lindos profissionais que me acompanharam durante todo esse processo, minhas enfermeiras/doulas/parteiras queridas (Kira e Diana), a fantástica Dr.Fernanda Macêdo e o pediatra humanizado Dr. Ricardo Chaves que não realizou nenhuma intervenção desnecessária no meu Theo, que assim que nasceu veio direto para o meu colo para nós nos re-conhecermos. Ali, sentindo sua pele, seu calor, seu cheiro, eu descobri o maior amor do mundo.
bj
Paola.

O relado do parto vai ficar para o próximo post.

Comentários

  1. Olá, Paola!
    Você se recorda de quanto foi o custo do parto?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas