Bebês sem fraldas ou Elimination Communication

Lembro de ouvir minha mãe contar, desde sempre, que quando eramos bebês (eu e minha irmã mais nova) que ela sempre usou fraldas de pano (as descartáveis não eram de boa qualidade e eram caríssimas) e assim, convivendo todos os dias com muito amor e observando bem de pertinho as suas filhotas, ela percebia o nosso ritmo e o respeitava.
Ela conta que sabia quando nós iriamos fazer xixi ou cocô, então nos levava ao banheiro e ficava falando com carinho : "faz um xixizinho filhinha, faz um xixizinho pra mamãe... xixixixixixiiii" e pronto, nós fazíamos o xixi na privada e ela economizava umas lavadas de fralda. Por conta disso eu não tenho lembrança alguma de aprender a usar o pinico, e também não me lembro de ter que falar "Manheee, acabei! Vem me limpar!" e lembro de achar feio, muito feio, quando meus primos mais novos falavam isso (e eles ficaram nessa do mãe me limpa até uns bons 11 anos de idade).
E não foi que num dia dessa semana, num grupo de mães que participo, que esse assunto dos bebês sem fraldas veio a tona e me fez lembrar da minha infância e da minha mãe, e comecei a me perguntar pq raios é q eu ainda não estou fazendo isso com meu filho!?
Vamos ser sinceras, fraldas ecológicas de pano não são exatamente ecológicas né... poluem água pra caramba, sem contar no tempo louco necessário pra limpar toda a meleca; fraldas descartáveis são mais práticas, mas meu coração dói só de imaginar a pilha de fraldas q eu uso se acumulando em algum lixão. Então vamos ser sinceras, a coisa mais pratica e sustentável é treinar o bebê desde cedo a não fazer xixi em fraldas.
Bom, então esse tal de E.C é um método natural de responder as necessidades do bebê.
A base da teoria da E.C é que os bebês sabem quando precisam evacuar e são capazes de "comunicar" essa necessidade. Só depende da mãe/cuidador prestar atenção aos sinais que o bebê dá.
"Se uma criança é capaz de algo, por que não deixá-la fazer? A EC traz benefícios para minha filha, que nunca fica suja, não tem assadura e aprende a usar seus músculos mais cedo, para minha família, porque economizo dinheiro e me comunico melhor com o bebê, e para o meio ambiente, porque produzo menos lixo", diz a co-fundadora da Diaperfreebaby.org Melinda Rothstein, de 31 anos, que é mãe de Hannah, de 8 meses, e Samuel, de 3 anos.
A Observação é o primeiro passo na E.C. Existem alguns sinais que podem ser notados, como os padrões de tempo e o ritmo. Muitos bebês quando precisam fazer xixi quando:
-imediatamente ou alguns minutos após acordar;
-0, 5, 10 ou 15 minutos após mamar;
-em períodos regulares durante a manhã;
-em periodos regulares, mas não tão frequentes, no periodo da tarde;
- antes ou após as mamadas noturnas.

Outras coisas que podem ser observadas são a linguagem corporal e sinais, esses podem incluir:
-se contorcer, agitação, vocalização;
-tensionar a face, "subir" as sobrancelhas;
-fazer caretas ou um olhar de "concentração interior";
-ficar parado e interromper uma atividade;
-agitação ou aumento repentino de atividade;
-se mexer durante o sono ou acordar;
-olhar atentamente ou tentar alcançar você;
-tentar alcançar o penico, ou indicando em direção ao banheiro.

Para um bebê mais velho os sinais podem incluir:
-rolar, engatinhar ou andar em direção ao banheiro/penico;
-tentar sair do sling, carrinho, ou bebê conforto;
-tentar sair da cama, sofá ou tapete;
- segurar a região genital.

E aqui um vídeo de uma mãe praticando o E.C



Os sites americanos q visitei e de onde tirei partes desse post são esses aqui:
http://www.diaperfreebaby.org
http://www.ecsimplified.com/


Comentários

Postagens mais visitadas